teu toque. vários poemas eróticos

 

 

O sexo usando roupas sensuais pode ser muito mais interessante do que parece. Transparências, fendas, peças justas, camisas e jeans apertadíssimos… qualquer peça pode ser um elemento de sedução. O modo como você se veste – e também como se despe – diz muito a respeito de como você é e o que procura. Então, explore sua sensualidade e deixe seu parceiro enlouquecido.

Guarda para ti a imagem do meu corpo semi nu, arfante de desejo, lembra-te dos meus seios cheios dos bicos macios, que tocaste por um instante, recorda a minha boca entreaberta presa aos teus lábios num beijo eterno.

 

 

 

Um abraço bem apertado é beijo n’alma!
Por trás é provocação mesmo.(Eliane)
Um abraço apertadom por tras e um beijo.
O resto é consequência.
(Witka)

quero o teu beijo, quero o teu toque, quero o teu corpo, quero o teu desejo, quero tocar-te, quero enlouquecer-te, quero ser tua , quero-te agora , quero-te inteiro e quero-te só meu…

 

Entra no meu corpo… Nada de você sem mim , Nada de mim sem você… Somos um… Prazer e Vontade…. Sedução… Teu calor em minha pele… O gozo percorrendo nossos corpos suados Exaustos, Sedentos de quero mais.

quero devorar o teu corpo mastigá-lo, engoli-lo quero senti-lo dentro do meu a rasgá-lo, bem fundo quero mergulhar na tua pele senti-la colada à minha quero que te afundes em mim até quebrarmos todos os limites


Ao som da música, fecho os olhos, nos teus braços me deixo embalar, a volta do teu pescoço me prendo, o meu peito encosto ao teu, sinto o aconchego do teu abraço e o cheiro quente do teu desejo a tua boca, na minha se perde os nossos corpos envolvendo-se numa dança sem fim…

Que o sussurrar do vento te leve um beijo terno e carinhoso e me deixe e seus pensamentos para que a distância não apague em ti a minha existência.”

toma posse do meu corpo sem pausa ou hesitação afunda-te no meu desejo ao ritmo forte da paixão

Nós dois
Inebriantes
Na dança do amor
A tocar
A sentir
A gozar
Na explosão do depois

 

Amo tua voz e tua cor
E teu jeito de fazer amor
Revirando os olhos e o tapete
Suspirando em falsete
Coisas que eu nem sei contar…
Ser feliz é tudo que se quer
Ah! Esse maldito fecheclair
De repente
A gente rasga a roupa
E uma febre muito louca
Faz o corpo arrepiar…
Depois do terceiro
Ou quarto copo
Tudo que vier eu topo
Tudo que vier, vem bem
Quando bebo perco o juízo
Não me responsabilizo
Nem por mim
Nem por ninguém…
Não quero ficar na tua vida
Como uma paixão mal resolvida
Dessas que a gente tem ciúme
E se encharca de perfume
Faz que tenta se matar…
Vou ficar até o fim do dia
Decorando tua geografia
E essa aventura
Em carne e osso
Deixa marcas no pescoço
Faz a gente levitar…
Tens um não sei que
De paraíso
E o corpo mais preciso
Que o mais lindo dos mortais
Tens uma beleza infinita
E a boca mais bonita…

Que a minha já tocou.

Danço em pele,

o som do teu gemido

Murmúrios de música sussurrada,

gemida,

onde és vocal, eu orquestra.

.

O meu corpo suado,

ao ritmo em despudor do teu compasso.

Roça em teus sentidos

delirio em contínuo movimento

do meu corpo nú, que se faz teu .

.

Deslizo nas gotas, que chovem do teu desejo ,

e me entranho no teu prazer.

Um ir e vir constante,

forte, selvagem e louco .

Tremo no teu tremor

que se contorce como em transe

e me aperta ,

se enxarca e me arranha.

.

se mistura e se faz gozo,

como se querendo infindo.

Se mistura e se faz nosso,

como se implorando eterno…!

mais…

;
;
— Não pare, não pare… disse ela tremendo, afundando em meu corpo suas unhas afiadas. Seus labios mordidos, gemiam…
Seu corpo começou involuntariamente a tremer. Eu não parei, e forcei mais. E cada vez mais forte. Meu corpo ia e vinha sem compasso certo, ora mais forte, ora mais fraco. Por vezes me deixei ficar , pulsando. Seu corpo então se mexia. Eu ajudava , ao não largar meu peso , deixava seu quadril solto. Que se roçava acintosamente em mim. Sua lingua lambia meu peito e nossos corpos um roçar absoluto de pelos e pele.Ela gemia, sorria, chorava. E tremia cada vez mais, não existiam mais espaços entre nossos corpos, apenas grunhidos, gemidos, cheiros, impulsos… parecia em transe, berrava, se contorcia mais, gemia
— Não pare agora, continuou dizendo, em sussurros
— Não pare agora, não pare, não pare, não pare mais….assim, assim… a voz cada vez mais fraca…Repetia. Os olhos fechados, ofegante. Seu corpo enxarcado em espasmos, se retesava, escorriam suores…
Eu continuei, te provocando mais prazeres, te continuando mais desejos e sensações. E eu ia,cada vez mais forte, cada vez mais fundo, cada vez mais dentro, cada vez mais rijo,
cada vez mais e mais..

;

;

Teus olhos fixando os meus…teu sorriso.
teu arrepio quando te beijo a boca…..
no abraço a sintonia de sensações
.
Que bom ter voce aqui outra vez…
.
sentir tua pele suando,
sentir esse teu jeito escondido de prazeres,
ver voce desafiando teus medos, teu jeito de querer.
passeando desejos em nossas vontades
.
Que bom ter voce aqui …
.
sentir tua respiração ofegante
ter teu corpo pulsando, se mexendo forte
cadenciando um ritmo sem cadencia

gemendo uma dor que não doi, como em

penitencia sem pecado.
.
Que bom ter voce …

vem…

;

;voce só de calcinha se apertava em meu corpo
falava bobagem, dizendo coisas de querer fazer.
Abria minha roupa,
sentia todo o desejo em meu corpo
e sorria feito menina assanhada
brincando de brincar verdade.

.
e num ir e vir, louco de querer fazer mais.
lambia minha excitação.
Fazia da minha pele, desejos e sabores.
da minha carne, prazeres e pecados.
e engolia sem pudores e preconceitos
todo meu gemido mais forte.

.
depois me tirava a roupa
se deitava
sempre querendo muito
sempre pedindo mais
tocava meu corpo ansiosa
e como se fosse uma brincadeira de fazer amor.

sorrindo, dizia baixinho
–vem, vem mais…

assim.

;

;

e

te fazer sentir.
Desvendar teu ponto de ebulição,
e te fazer ferver
tocar teu ponto pedido,
tenso,
teso,
rijo
rubro
teu gosto
vermelho
teu gosto

molhado
teu ponto desejo,
teu ponto melhor,
teu ponto mulher.
.

fazer nos teus gemidos ,
insanidades,
dos teus suores
intensidades.
e dentro do teu corpo
ser teu momento certo.
.

me somar em ti.
me multiplicar por ti…..

;

 

simples palavras soltas pra se dizer paixão…

;

;

sempre…


Te quero em prazeres, delírios, despudores
Te Amo com a volúpia de um momento único
marco teu corpo
arranho tua pele
sugo teus pudores
gozo teus prazeres
sem pensar no amanhã,
Te Amo como se fosse a única, a última,
a derradeira vez.
Só sei te amar assim ,
sempre….!

;

;

;

quero te despir aos poucos,
sem pressa.
quero te sentir em detalhes,
te tocar
correr minhas mãos em ti,
como te moldando,
te sentir molhar.
te arrepiar a pele
de fazer desejos…
.
Essa noite
eu quero o teu tempo todo.

…o contato da pele, os suores , os lábios, o beijo na boca, o beijo no corpo. A lingua correndo arrepios, o contato de dedos, a excitação, a expectativa, o despudor, o corpo aberto,a nudez, a visão, a umidade. Um sorriso nervoso. O toque, o roçar do corpo. O corpo que endurece, o corpo que molha. Os gemidos. O corpo que entra, o que se deixa entrar, a frente e o verso, o que se mexe e se vira, o que explode , o que recebe. O gosto ácido, o gosto bom. Espasmos, tremores, a boca que chupa, as bocas que chupam. o aperto nos seios, a mordida de leve, os dedos que correm mais fortes, as pernas que tremem, espasmos, a mistura , o entrelace, o coração disparando, os gemidos, o impudor, a saliva, o cheiro, o prazer, a cama, o chão, em pé, deitado, de joelhos, um corpo pra lá, outro pra cá.. …e mais , muito mais.

……….. sexo com amor é premio, o resto é consolação…

;

;

…no inicio
fechou os olhos
e tremendo,
gemeu ao se sentir entrar
e fez amor.
amou com força,
amou o roçar da pele, o galope do desejo
amou a ponta dos dedos e a profundidade no corpo
o latejar da carne na carne.
os cheiros, o compasso alucinado
as sensações de saliva, veias e pelos,
arrepios e suores.
.
E num momento de despudor, fantasia e prazer
buscou com a mão, o encaixe,
na mistura de nossos corpos
e com fome de emoções
se acariciou como em transe,
levou os dedos enxarcados
à lingua,
pra sentir nosso gosto,
e gozou.
Gozou como nunca tinha gozado antes
e gemendo, se apertou em mim,
sedenta me beijou a boca,
continuou

e quis mais….

;

tua

lingua

em meu corpo,

tua boca me busca

me morde, me lambe

me sente, e me engole e

nos teus gemidos e tremores

me empurro para dentro do teu prazer….

;


;
;
E ela dizendo baixinho,
por favor não pare, não pare, não deixe acabar…
Suas unhas riscavam minha pele,
como garras de leoa faminta,
prendendo em seu corpo
a presa favorita,

Mais, mais, assim, não pare, assim…….

seu rosto suava, seu corpo tremia, se deixava.
Se mexia cada vez mais rapido,
sem compasso certo.

eu quero, eu quero. assim, mais, mais, vai, vai
Seus dentes tricavam seus lábios.
sua mão puxava o lençol, descontrole
Mais forte, mais forte, mais, mais….
Seus seios firmes , rijos se roçando em meu peito,
com gosto, com vontade.

Não, não, sim, ai assim ,não….a…ai
Seu corpo tremia, chorava e sorria.
A boca procurava meu pescoço.
Os olhos fechavam e abriam, como não vendo.

isso,isso, assim, mais. Mais, mais, sim, sim

Gemidos, espasmos, tremores, uivos de femea
as mãos escorregam de leve do meu corpo.
Relaxa.
Seu sexo me prende, me cola, eu continuo
De repente um silencio, a respiração mais forte.
No seu rosto suado, um sorriso………

 

 

outra vez…

;

;

.

– fazer o que? se te quero mais…
Dito isto, rodei para debaixo dela.
Reparei que os seus mamilos se tinham distendido
e estavam em paz, relaxados…
Observei-os. Resolvi beijá-los mais uma vez,
juntando os seios, depois a percorri com meus lábios e minha mão .
A senti ainda úmida, sua pele quente.
Senti minha excitação aumentar de novo, e fiz com que ela a sentisse .

encostando mais, empurrando um pouco.
–outra vez ? perguntou ela sorrindo, mexendo-se impudicamente
sobre mim, procurando-me.
–Sim, respondi…..mais uma vez, outra vez!

…enfim

chega a nossa noite.
e voce aqui

agora,
ao meu lado, tremendo
tirando a roupa
se abraçando em mim.
vou te beijar,
como voce sempre quis.

Te morder,
acariciar teus seios,
te apertar .
Passar a lingua, entre tuas coxas
como pra sentir teu gosto.
te deixar sentir meu peso, meu corpo.
Entrar em ti…

;
e te fazer querer,
te deixar gemer
te sentir gozar !

 

;
;

tenha-me com todo o desejo ,
e com o desejo todo

que tua boca procura.
Se deixe lasciva, nua.

Faminta
E com tua lingua molhada,
me explore,
me sinta, sem pudor.
me escorre, e me lambe,
sorria , chore e sugue
reze por este despudor,
no pecado da tua vontade.
Faça dos teus gemidos, ecos
e os meus , provoque.
e numa explosão de sensações,

luz e sons.

;

sinta meu gosto…!

;
;
…e nas fronteiras da pele
teus lábios me sugam
deixando marcas pelos caminhos do corpo,
tua mão, instrumento e prazer.
me busca e encontra
se fecha em mim.
Em despudor
me endurece e pulsa.
mexe
aperta e dança,
e me explode em gozo.
.
Gemes então

a mão molhada que colam teus dedos,
provocando a maré alta que transborda em prazeres,
o desejo em óleo no teu corpo…!



;
;

me envolva
no caminho da tua procura,
me esconda
no teu corpo.
Me engula.
Me prenda
entre as pernas na urgencia do teu corpo nú.
Se ajoelhe entre meu corpo
como para rezar pelo pecado do teu delirio.
sinta meu gosto

 

;

;

num roçar espalhafatoso,
deslizo no vermelho de teu corpo ,
quente, exposto, molhado.
.
Arrepiado pelos dedos passados.
Em anseios por qualquer coisa de lingua.
indecente em qualquer espaço de pele,
dançar minha boca no teu gemido,
intumescido na fricção
do desejo que pede,
;
num ir e vir de corpo dentro.
Sentir escorrer,
pelas pernas de ávidos suores,
teu prazer
urgente, latente
Que se multiplica e fica.
.

E se deixa em nós…!

me puxe para o fundo dos teus desejos.
Se aperte, se mexa, se deixe ,
sem repressões, sem ressalvas.
sinta nos teus espasmos
o espoucar do meu prazer.
No retesar do meu corpo, o tremor incontido do teu.
se perca nos teus murmúrios.
se ache em meus gemidos…..!

;
;
…de verdade mesmo, só se ama apaixonadamente assim: longo, completo e dentro. Há de se ter intensidade no louco ir e vir nas partes mais vastas e mais fundas da mulher, e no roçar impudico de todas as sensações da superficie, com o atrito sem pudor de todas as sensações da pele….
;

;
;

queria fazer em versos,

toda poesia

dessa madrugada em ti…

mas não fiz.

Como traduzir tuas sensações?

teu cheiro,

teu gosto.

.

impossivel mostrar num verso

meu toque lascivo no bico do teu peito.

Que parece,

tentando furar tua roupa,

fugir pra mim…

como vou colocar em palavras

o passeio da tua lingua,

percorrendo meu corpo.

lambendo meu gozo.

Como rimar a urgencia da minha mão furtiva,

entrando por tuas coxas,

apertar teu gemido

se molhar de ti…

.

não…eu não vou saber contar tudo isso,

eu só sei sentir…

;

..

terça-feira, 1 de junho de 2010

corpo mulher…

;

;

gosto,

nesse teu delirio louco,

de sentir teu cheiro

do perfume que teu gozo espalha,

e se entranha em mim,

e que escorre em ti

entre murmurios, gritos e gemidos.

espasmos , suores e lágrimas.

Teu corpo que se mexe,

que se torce e retorce

ao bater forte do teu coração ,

no compasso lúdico do teu momento.

do teu prazer, do teu desejo.

.

Corpo mulher

que morre em gozo entre os lençois,

e ressuscita no próximo beijo…

;

,,

A perfeição exposta

na inspiração do querer

do irreal, do inexplicavel.

No momento que o sublime

se curva,como em reverência

à paixão do instante .

.

Nossos corpos
se entram,

se deixam,

se prendem.

se incorporam,

se encaixam,

se amam.
.

transformando o ansioso e desejo,

em pecado

e o despudor incontido,

em pureza
.

Um desejo poema

que perpetua o instante em sensações.

Um absoluto instante…..!

.

terça-feira, 25 de maio de 2010

amor contigo, outra vez…

;
;

quero fazer amor contigo

do modo que voce quer em mim

daquele modo sonso e safado

que voce diz do meu olhar.

Um olhar que te penetra,

que te despe, que te lambe,

que te come, que te faz molhar.

Daquele modo sem censuras,

sem pudor, sem limites,

que arrepia teu sonho,

que te faz femea,

que te faz gozar

que te faz gemer…

.

e que não se vira pro lado

como dever cumprido.

E sim continua te amando, e te amando

mesmo depois de te amar…

;

.

.

esse é meu modo de fazer contigo

te deitar na cama,

te roçar na coxa, e te lamber no peito.

te beijar na boca e te morder no queixo,

te morder na nuca e te deixar maluca

é te virar com jeito , e te fazer mexer.

E te amar com força, é te deitar de costas,

é te puxar cabelo, e te fazer gemer,

é te botar de lado, e te virar de frente

é te abrir as pernas e te chupar com gosto

é apertar nos dedos e mexer com jeito

o que te faz prazer…

é te fazer vontade, de sentir meu gosto

ao imitar um número e nos fazer gozar

e fazer da noite, madrugada inteira.

Pra provocar teu gozo, numa verdade louca

te fazer tremer,

;

sem tu precisar gritar pra fazer de conta


è l’arte, è ritardo, è attesa….

é arte, é demora, é expectativa.

é medo, é susto, é impressão

é ansiedade.

É hora certa, é encaixe .

é suor e intensidade, é prazer.

é cumplicidade e sensação.

é conquista, intimidade e despudor

É gemido assanhado,

é deixar acontecer,

é apertar, é fazer carinho, é comer….

é doer, é doer um pouquinho, é não doer mais

é mania, é posição atrevida,

é dizer sempre que é a primeira vez…

sem ninguem perguntar !

é o macho, é a femea, é o cio.

é querer, é querer muito, é querer sempre.

é querer mais…

é pecado e penitencia,

é fantasia,

é entrega e liberdade,

é vontade, é tesão…

;

é o desejo que não se pede,

flui…

;

No inalcançável de teu toque,

no inatingivel de teu corpo

..

Passeio no imaginário dos teus sonhos

imerso na ânsia, que induz teus desejos.

e fantasias

..

Sou palavras, que desperta e aguça,

a gula dos teus prazeres.

A voz que sussurra em teus ouvidos,

todos os teus arrepios.

O óleo que te molha o corpo,

na solitária madrugada das tuas insonias.

;

A mão que dança febril em tua pele,

à urgência frenética dos teus dedos….!

;
;
Fico cego,
consciente ao teu tato.
ao teu toque .
Me extasio
montado na luxúria
em despudor no teu corpo.
Vestido em suor,
entro em ti.
Busco no mar do teu desejo
meu infinito instante…!


Em minhas palavras

o sussurro louco que te excita.

No meu corpo,

o roçar que busca

o compasso febril do teu desejo.

Minha boca

que aspira teus segredos,

suga teus enredos e sonhos.

Anestesia as trilhas

que minha lingua

percorre.

Acordando em ti

em despudor,

teus pensamentos mais vulgares,

tuas mais loucas

e inconfessas fantasias.

Cúmplices em nosso segredo,

 


;
;
;
…e te fazer gemer.
nos teus olhos fechados
numa fantasia inconfessa,
ter meu cheiro, meu peso e meu compasso.
sinta no teu corpo em descontrole,
o meu,
que te roça por fora nas tuas sensações,
e te rompe por dentro ,
no fundo dos teus delirios
Sintonia perfeita.
Teus lábios que se mordem,
tuas palavras que não saem.
sinta teu ventre em espasmos loucos.
te deixar levitar quase em transe.
a continuidade do teu gozo
Dance agora, uma música só tua,
regida pela batuta pulsante do meu desejo,
que explode em teus gemidos,
os uivos loucos do teu querer.
E não esquecer,
…………………………………….nunca mais……!
;


;
;

…pra que limites.
Quero te amar com toda a força
que a paixão insiste.
Quero ser teu fim, teu pretexto, tua vontade.
Ser teu suor, tua lágrima furtiva,
teu sonho indecente,
tua vontade de toque, de choque
Ser o desejo que completa tua madrugada.
Ser tua lembrança, sem virar saudade.
Ser teu agora. Ser o amanhã, que chegue logo.
Ser teu beijo na boca, teu esperar na janela.
Ser teu despudor, teu sonho impuro.
Quero ser teu, sem limites,
Quero ser teu motivo,
ser
simplesmente
teu homem.!

;

Anúncios

Sobre tulipa2

Sou simplesmente mulher, com todos os defeitos e qualidades que um ser humano pode ter... Mas que ama a vida e cada minuto dela, como se fosse o ultimo a ser vivido! Sou também uma mulher com dualidades bem marcantes: independente, determinada, romântica, carinhosa, sensível, céptica, alegre, ciumenta, amiga sincera e leal estendendo essas qualidades, para o mundo virtual, onde tive o privilégio de conhecer vários amigos especiais! Detesto mentiras, traição e falsidade. Tenho o senso ideológico muito aflorado, sou totalmente contra preconceitos detestando por isso toda e qualquer Discriminação seja ela racial, sexual, religiosa ou outras. Sou assim, e gosto de ser como sou!!!
Esse post foi publicado em ♥Poemas Eróticos, Eróticas - Conteúdo Maiores de 18. Bookmark o link permanente.

3 respostas para teu toque. vários poemas eróticos

  1. Pedro Gabriel disse:

    Site soberbo, fez fi

    car ofegante. Visite-me: http://www.lituraterre.wordpress.com

    Gabriel obrigada pela visita, e realmente sao uns poemas muito caliente, visitei seu site , adoro Carlos Drumond. prometo retornar com mais calma e apreciar seu site , um abraco

  2. Reginaldo de Almeida Lima disse:

    Adorei seus poemas e me identifiquei com quase todos.
    Impossível não se sensibilizar com a construção inteligente dos seus versos que nos enriquecem, mexem com as fantasias e potencializam a libido.

    Parabéns!!!

    P.S. Gostaria se possível de ser comunicado sobre novas postagens.
    A despeito de ser irrelevante, sugiro que faça o reparo no erro de digitação da palavra “descriminação” contido no seu perfil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s